domingo, 22 de abril de 2018

O Cantinho das Modalidades

Andebol

- O FC Porto perdeu este sábado frente ao Benfica (34-27), em Lisboa, em partida a contar para a quarta jornada do Grupo A da fase final do Campeonato Nacional do Andebol 1, no qual os Dragões seguem na terceira posição, com 44 pontos, menos seis do que o Sporting, primeiro classificado.

- O sueco Magnus Andersson será o treinador da equipa de andebol do FC Porto a partir de 2018/19, após ter assinado um contrato válido por duas temporadas. Na época passada, ao serviço dos alemães do Goppingen, o último clube que treinou, o técnico, de 51 anos, conquistou a Taça EHF, depois de ter defrontado os portistas na fase de grupos, vencendo os dois jogos (31-27, no Dragão Caixa, e 30-28,​ na Alemanha).

Magnus Andersson tornou-se treinador em 2001 após uma bem-sucedida carreira como jogador, durante a qual se sagrou duas vezes campeão do mundo e quatro vezes campeão europeu de seleções, tendo ainda conquistado três medalhas de prata nos Jogos Olímpicos.

Até à chegada do técnico sueco, Carlos Martingo, vai assumir, de forma interina, o comando da equipa, uma vez que, esta terça-feira, o treinador Lars Walther e o adjunto Luís Graça rescindiram, por mútuo acordo, o contrato que os ligava ao FC Porto.​​​ O actual treinador do Avanca integrará depois, como adjunto, a equipa técnica liderada por Magnus Andersson.

- O Sporting é o adversário do FC Porto nas meias-finais da Taça de Portugal, cuja Final4vai realizar-se a 26 e 27 de maio, no Peso da Régua. A outra meia-final coloca frente a frente o Benfica e o FC Gaia.

- O FC Porto perdeu frente ao Sporting (30-27), no Dragão Caixa, em partida a contar para a quinta jornada do Grupo A da fase final do Campeonato Nacional do Andebol 1, no qual os Dragões seguem na terceira posição, com 45 pontos, menos oito do que os lisboetas, primeiros classificados.

Basquetebol

- O FC Porto venceu no Pavilhão do Vitória SC, em Guimarães, por 103-88, em jogo a contar para a quinta jornada da segunda fase da Liga Portuguesa de Basquetebol, na qual os Dragões mantêm o terceiro lugar do Grupo A, agora com 47 pontos somados.

- O FC Porto perdeu em casa da Oliveirense, por 91-79, em jogo a contar para a sexta jornada da segunda fase da Liga Portuguesa de Basquetebol, na qual os Dragões mantêm o terceiro lugar do Grupo A, agora com 48 pontos somados, menos quatro do que o Benfica, primeiro classificado.

Hóquei em Patins

- O FC Porto Fidelidade venceu o Benfica, por 5-2, em jogo dos quartos de final da Taça de Portugal. Depois do triunfo categórico na Liga Europeia, a equipa portista voltar a eliminar o Benfica, desta vez da Taça de Portugal, competição em que já havia deixado para trás a Oliveirense e o Sporting. O carimbo para final four da competição chegou do stick de Rafa, Gonçalo Alves e Hélder Nunes (3).

- O Dragão Caixa vai ser o palco da Final Four da Liga Europeia de hóquei em patins, anunciou a CERS. A fase que vai consagrar o campeão europeu 2017/18 realiza-se nos dias 12 e 13 de maio.

As meias-finais da Liga Europeia contemplam uma eliminatória 100% portuguesa, entre FC Porto e Sporting, e outra 100% espanhola, entre Barcelona e Reus. Esta será a segunda vez que o Dragão Caixa recebe a Final Four, depois de 2012/13.

- O FC Porto Fidelidade venceu o Óquei de Barcelos, por 7-4, em jogo relativo à 21.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Jorge Silva (2), Gonçalo Alves (2), Hélder Nunes, Rafa e Reinaldo Garcia foram os marcadores de serviço nos Dragões que assim se mantém no segundo posto, a um ponto do líder Sporting.

Bilhar

- O FC Porto somou duas vitórias na nona e décima jornadas da Final Six do Campeonato Nacional de bilhar às três tabelas, batendo Leça FC (4-0) e Ginásio do Sul (4-0), respectivamente. Os Dragões seguem no topo da tabela, com os mesmos 22 pontos que o Sporting.

- O FC Porto somou duas vitórias nas 11.ª e 12.ª jornadas da Final Six do Campeonato Nacional de bilhar às três tabelas, batendo Benfica (3-1) e Sporting (4-0) na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão para se sagrar tricampeão nacional da modalidade.

Ciclismo

- Gustavo Veloso foi o melhor corredor da W52-FC Porto no primeiro dia da 3.ª edição do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela, cujos 177,2 quilómetros da primeira etapa ligaram as localidades de Mêda a Figueira de Castelo Rodrigo. Numa chegada em grupo (com 23 elementos), o chefe de fila da equipa azul e branca foi o quinto colocado, ficando com o mesmo tempo do vencedor Dmitry Strakhov (Lokosphinnx) e dos companheiros de equipa César Fonte (nono) e Ricardo Mestre (21.º).

- O portista César Fonte venceu a segunda etapa do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela e é o novo camisola amarela da prova internacional, que decorre na Beira Interior. O corredor portista completou o acidentado percurso da segunda etapa, com a extensão de 194,2 quilómetros, em 4h48m58s, liderando um grupo que contou com o chefe de fila Gustavo Veloso a fechar o top-10.

- César Fonte foi o melhor portista no Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela, cuja edição de 2018 terminou com a terceira e última etapa a ligar as localidades de Gouveia à Guarda (168,2 quilómetros). O corredor azul e branco foi o segundo da geral e apenas foi batido pelo russo Dmitry Strakhov (Lokosphinkx).

- O algarvio Samuel Caldeira foi o melhor corredor da W52-FC Porto no primeiro dia da edição de 2018 da Volta a Castela e Leão, cuja primeira tirada, com a extensão de 182,4 quilómetros, ligou as localidades de Alba de Torres a Salamanca. O vencedor da etapa, e por isso o primeiro camisola amarela da prova, é o espanhol Carlos Barbero (Movistar).

- Depois do décimo posto na véspera​, Samuel Caldeira voltou a ser o melhor corredor da W52-FC Porto no segundo dia da Volta a Castela e Leão, ao fechar a segunda etapa no 11.º posto, de novo no grupo do vencedor da prova, o estono Mihkel Raim (Israel Cycling Academy), que parou o cronómetro em 4h14m10s.

Natação
 
- A equipa de natação do FC Porto conquistou a sexta edição do Open Vale do Sousa, com 517,5 pontos, seguida pelo Famalicão, com 280,5, e pela seleção júnior de Portugal, com 238,5.

sábado, 21 de abril de 2018

Classificação das Ligas do Porto com Mística

classificação completa aqui
Treinador da Semana: Parabéns à marianicolau (Treinadora da equipa Celtic Leões de Lisboa) que foi quem fiz mais pontos na 30.ª Jornada da Liga NOS
classificação completa aqui
Treinador da Semana: Parabéns ao botaquartilho (Treinador da equipa AOCC) que foi quem fiz mais pontos na 33.ª Jornada da La Liga
classificação completa aqui
Treinador da Semana: Parabéns ao Tiago Sereno (Treinador da equipa Alphas) que foi quem fez mais pontos na 34.ª Jornada da Premier League

quinta-feira, 19 de abril de 2018

A arrogância é um pecado caro

imagem retirada de zerozero
Pois é Sérgio. Isto de se ser arrogante bem que poderia ser um exclusivo de Jorge Jesus. Mas tu hoje tinhas que lhe seguir os ensinamentos e fazer por perder um jogo que esteve equilibrado até ao momento em que mandaste o Futebol clube do Porto defender um perigoso zero a zero… Será que eu posso saber o que te passou pela cabeça quando retiras de campo os dois únicos médios que, umas vezes bem e outras menos bem, faziam a ligação entre a defesa e o ataque azul e branco?

A arrogância é um pecado que se paga caro. Muito caro Sérgio! Esta tua “artimanha” de fazer entrar em campo Diego Reyes, entregando, desta forma, o meio campo ao Sporting CP foi de génio. A ideia e gesto de um génio arrogante que só porque no passado domingo venceu na Luz no minuto 90. É verdade que esta vitória foi muito saborosa para toda a nação portista, mas daí até poderes dar uma de “Mestre da Táctica” vai uma enorme distância. A distância de se perder a possibilidade de marcar presença na Final da segunda prova mais importante do nosso calendário competitivo!

Claro que agora quem te bajula »ad nauseam» mesmo sem ainda teres vencido seja o que for ao serviço do FC Porto, teres sido o autor da maior derrota caseira da história do clube nas competições europeias e de já teres sido eliminado por este mesmo Sporting Clube de Portugal na Taça da Liga e na Taça de Portugal irão dizer que no passa nada. Que está tudo bem pois o que interessa é o campeonato. Volta a meter a “argolada” que meteste hoje no Estádio José de Alvalade numa das quatro jornadas que restam para terminar o nosso campeonato e vais – mesmo - ver e sentir o quanto custa ser-se arrogante!

E mais não digo porque não vale a pena. A única coisa de positiva que se retira desta derrota é que a ridícula euforia que tomou conta de muitos portistas após a vitória do passado domingo vai diminuir de intensidade. Isto ainda não acabou. Quer-se queira ou não, “eles andam aí” pelo que se dispensa a arrogância de um certo “Sérgio” armado em “Mestre da Táctica”.

MVP (Most Valuable Player): Iker Casillas. Pode até ter sido impressão minha, mas o Guarda-redes do Futebol Clube do Porto foi o único que tudo tentou fazer para tentar dar a volta à “arrogância sergiana” que em determinada altura tomou conta de toda a equipa portista. Por tudo isto, e muito mais, San Iker merecia muito mais do que ter sido “humilhado” na “lotaria das Grandes Penalidades”.

Chave do Jogo: Esta apareceu com a entrada de Diego Reyes em campo. Com a entrada do internacional mexicano a equipa portista perdeu toda e qualquer capacidade de organizar o seu jogo por forma a fazer frente ao previsível pressing final da equipa de Jorge Jesus.

Arbitragem: Muito sereno. Jorge Sousa esteve muito bem do ponto de vista técnico e disciplinar. Houve alguns lances de dúvida, tanto na área leonina como na área portista, mas o árbitro da AF Porto esteve na análise. Nota positiva para o trabalho de Jorge Sousa.

Positivo: Bruno Fernandes. Cada vez mais admiro as enormes capacidades deste médio internacional português que se assemelha, cada vez mais, com o saudoso João Moutinho.

Negativo: Sérgio Conceição. E nem vale a pena repetir a razão de tal. Ou será que vale?

Artigo publicado no blog o gato no telhado

quarta-feira, 18 de abril de 2018

O clássico antes da festa

É no Jamor que todos querem estar, para uma das grandes festas do futebol português, e falta pouco, mesmo muito pouco. 90, que podem ser 120, minutos de último esforço para depois estar numa final onde o favorito será sempre o vencedor desta eliminatória. E, para já, é o FC Porto que está na frente.

A vantagem, que é magra mas interessante, foi conseguida há 70 dias! Neste caso, ainda bem que há auxiliares de memória como é o zerozero, tal a distância entre datas - um aspeto que já há algum tempo se sugere que seja objeto de reflexão.
 
Quanto a jogo, muito simples: a Taça é óbvio objetivo desde a primeira hora de leões e de dragões. A equipa de Jorge Jesus já tem no palmarés da época a Taça CTT, a de Sérgio Conceição está bem embalada para ficar com o campeonato, pelo que a Taça de Portugal elevaria consideravelmente a época de ambos, que se situa numa nota positiva até ao momento.

Muito se falou do desgaste e esse é um aspeto relevante. O Sporting tem maior sobrecarga e, talvez também fruto disso, mais baixas por lesão, bem como uma recuperação igualmente curta depois do exigente jogo no Restelo.
 
Apesar da ainda mais exigente partida no jogo da Luz, o FC Porto aparece neste encontro num patamar superior em termos de galvanização e de entusiasmo. O momento é muito bom depois de retomada a liderança da Liga NOS e a vantagem de 1x0 também é um excelente embalo para uma equipa que não costuma primar por muita contenção.

Mas há, em Alvalade, uma espécie de fantasma com quase 10 anos, que tem deixado mal o dragão. Desta vez, com a promessa de uma noite de bom futebol e de incerteza constante, como será?
CLICAR PARA AMPLIAR
Artigo publicado no site zerozero

Classificação das Ligas do Porto com Mística

classificação completa aqui
Treinador da Semana: Parabéns ao LordGomes36 (Treinador da equipa Draconian FC) que foi quem fiz mais pontos na 32.ª Jornada da La Liga